20 setembro, 2010

Aves de mau agouro

Quando não tem crise cria-se uma.



Se o brasileiro desse ouvidos aos "especialistas" indicados pelo PIG, nós estaríamos fritos.

José Serra no programa do Jô

Jô Soares dá nota 7,5 para o governo Fernando Henrique Cardoso. Isso porque Serra não consegui dá nota alguma.

13 setembro, 2010

Ministra emite nota à imprenssa

A ministra da Casa Civil abre mão de seus sigilos bancários e fiscal. Seus familiares fazem o mesmo.

Através de um ofício (n 2.779/Gab-c. Civil/Pr) pede para ser investigada pela comissão de ética da presidência da república.




Nota à Imprensa – Casa Civil




Sobre a matéria caluniosa da revista VEJA, buscando atingir-me em minha honra, bem como envolver familiares meus, cumpre-me informar:


1) procurados pelo repórter autor das aleivosias, fornecemos – tanto eu quanto os meus familiares – as respostas cabíveis a cada uma de suas interrogações. De nada adiantou nosso procedimento transparente e ético, já que tais esclarecimentos foram, levianamente, desconhecidos;


2) sinto-me atacada em minha honra pessoal e ultrajada pelas mentiras publicadas sem a menor base em provas ou em sustentação na verdade dos fatos, cabendo-me tomar as medidas judiciais cabíveis para a reparação necessária. E assim o farei. Não permitirei que a revista VEJA, contumaz no enxovalho da honra alheia, o faça comigo sem que seja acionada tanto por DANOS MORAIS quanto para que me garanta o DIREITO DE RESPOSTA;


3) como servidora pública sinto-me na obrigação, desde já, de colocar meus sigilos fiscal, bancário e telefônico, bem como o de TODOS os integrantes de minha família, a disposição das autoridades competentes para eventuais apurações que julgarem necessárias para o esclarecimento dos fatos;


4) lamento, por fim, que o processo eleitoral, no qual a citada revista está envolvida da forma mais virulenta e menos ética possível, propicie esse tipo de comportamento e a utilização de expediente como esse, em que se publica ataque à honra alheia travestido de material jornalístico sem que se veicule a
resposta dos ofendidos.



Brasília, 11 de setembro de 2010.


Erenice Guerra
Ministra-Chefe da Casa Civil da Presidência da República

09 setembro, 2010

Alpha Blondy : Jerusalem



Jerusalem

Barouh atat adonai (barouh atat adonai)

Barouh aba yeroushalaim (barouh aba yeroushalaim)





From the bible to the coran

Revelation in jerusalem

Shalom salamalekoum

You can see christians, jews, and muslins

Living together and praying amen

Let's gives thanks and praises





Barouh atat adonai

Barouh aba yeroushalaim

Barouh atat adonai

Barouh aba yeroushalaim

Jerusalem here i am

Jerusalem je t'aime

Jerusalem here i am

Jerusalem je t'aime





Israela yakirati

Israela yakirati

Ani ohev otarh

Israela yakirati





Israela yakirati

Israela yakirati

Israela yakirati

Ani ohev otarh

Israela yakirati





From the bible to the coran

Revelation time

Shalom salamalekoum

You can see christians, jews, and muslins

Living together and praying amen

Let's gives thanks and praises





Israela yakirati

Israela yakirati

Ani ohev otarh

Israela yakirati





Israela yakirati

Israela yakirati

Israela yakirati

Ani ohev otarh

Israela yakirati





Jerusalem here i am

Jerusalem je t'aime

Jerusalem here i am

Jerusalem je t'aime

Jerusalem

Bendito sejas Tú, Eterno (idem)

Bendito seja aquele de Jerusalem (idem)





Da Bíblia ao Alcorão

É tempo de revelação em Jerusalem

Seja bem-vinda a completa paz

Você pode ver cristãos, judeus e muçulmanos.

Vivendo e orando juntos Amem !

Vamos dar agradecimentos e orações





Bendito sejas Tú, Adonai

Bendito seja Aquele de Jerusalém

Bendito sejas Tú, Adonai

Bendito seja Aquele de Jerusalém

Jerusalem eu estou aqui

Jerusalem eu te amo

Jerusalem eu estou aqui

Jerusalem eu te amo





Querida Israel

Querida Israel

Eu te amo

Querida Israel





Querida Israel

Querida Israel

Querida Israel

Eu te amo

Querida Israel





Da Bíblia ao Alcorão

É tempo de revelação em Jerusalem

Seja bem-vinda a completa paz

Você pode ver cristãos, judeus e muçulmanos.

Vivendo e orando juntos Amem !

Vamos dar agradecimentos e elogios





Querida Israel

Querida Israel

Eu te amo

Querida Israel





Querida Israel

Querida Israel

Querida Israel

Eu te amo

Querida Israel





Jerusalem eu estou aqui

Jerusalem eu te amo

Jerusalem eu estou aqui

Jerusalem eu te amo

Planta e Raiz canta: "Raiou"



No clipe gravado na favela de Heliópolis, em São Paulo, a banda Planta e Raiz diz que o amor raiou.

08 setembro, 2010

Bala de Prata

Qual será o golpe final da Globo? O que fazer a respeito?
por Luiz Carlos Azenha

Bala de prata. Há muito se especula sobre bala de prata. Qual será a “bala” atirada pelo consórcio Organizações Globo/Folha/Estadão/PSDB/DEM na véspera do primeiro turno, em 2 de outubro de 2010, para tentar mudar o quadro eleitoral? Em 2006 foram as fotos do dinheiro apreendido com os aloprados do PT, que teriam tentado comprar um dossiê contra o então candidato a governador José Serra. Ninguém tratou do conteúdo do dossiê: as ambulâncias superfaturadas compradas durante a gestão de Serra no Ministério da Saúde. Aliás, a Globo passou a tratar aquele dossiê como “falso dossiê”, quando todas as informações oficiais mostram que o esquema das ambulâncias superfaturadas vicejou durante a administração Serra.

Naquela ocasião, as fotos “vazaram” justamente na antevéspera da eleição, para que pudessem ser publicadas na véspera, estrelando a edição do Jornal Nacional. Foi obra do delegado Edmilson Bruno, cuja conversa com os jornalistas na hora do vazamento se tornou um clássico da conjunção carnal entre fonte e mídia, com o delegado sugerindo o uso de photoshop, instruindo repórteres sobre como proceder com a divulgação das informações, contando que ia mentir para o superior hierárquico sobre a fonte do vazamento e se referindo a uma “foto da Globo” — tudo isso sob o silêncio complacente dos “profissionais” da mídia.

Para ouvir a conversa gravada, clique aqui.

Na opinião de Luís Nassif, a bala de prata deste ano terá relação com o envolvimento de Dilma Rousseff na resistência ao regime militar. Também acho que seja o mais provável, dado que conheço inúmeros casos de gente que decidiu não votar na candidata do PT depois de receber por e-mail “notícias” (obviamente falsas) sobre crimes atribuídos à candidata. Não é outro o motivo das correntes de e-mail que tem sido bombardeadas diuturnamente na rede contra Dilma: preparar o terreno para alguma ação de grande alcance, provavelmente no Jornal Nacional. Ou seja, quando a bala de prata for disparada funcionará como uma espécie de confirmação. Registro que muita gente recém-chegada ao mundo da rede devota profunda credibilidade à palavra escrita e, por não encontrar na rede fontes de desmentido, tende a acreditar que “onde há fumaça há fogo”. Estranho, portanto, que a campanha de Dilma não tenha preparado algum tipo de vacina preventiva contra as mentiras.

É óbvio que não sabemos exatamente o que vai acontecer, nem quando. Como tem sido assim na história das eleições brasileiras, tudo indica que acontecerá de novo. O que me leva à pergunta seguinte: qual deve ser a consequência para a concessão pública de rádio ou de TV que embarcar na disseminação da mentira? Uma campanha para o cancelamento de assinaturas (das publicações das Organizações Globo), apoiada pelas centrais sindicais, pelos movimentos sociais e pela blogosfera? Uma campanha de boicote aos anunciantes, patrocinada pelas centrais sindicais, pelos movimentos sociais e pela blogosfera? Ações coletiva na Justiça? Punição, dentro das regras já existentes, às concessões que praticarem crimes eleitorais?

Deixo a questão em aberto para que vocês reflitam e façam sugestões. Vou sugerir ao Altamiro Borges, do Centro de Mídia Alternativa Barão de Itararé, que pense em articular algum movimento coletivo que deixe claro, desde já, que tentativas de fraude eletrônica antecipada das eleições de 2010 terão consequências práticas aos que forem patrocinadores dela.

Fonte: http://www.viomundo.com.br/opiniao-do-blog/qual-sera-o-golpe-final-da-globo-o-que-fazer-a-respeito.html