28 novembro, 2007

Deputado Antônio Barcelar é acusado de comandar invasão de residências em comunidade quilombola.

Jagunços, policiais militares e o deputado Antônio Bacelar estão sendo acusados pela Comissão Pastoral da Terra de promover a invasão de residências e ameaçar o presidente da "Associação dos Produtores Rurais Quilombolas da Comunidade Mata Virgem", a 72 quilômetros de Codó.

A invasão teria ocorrido depois de uma discursão entre o deputado, seus seguranças e membros da comunidade quilombola.

A discussão ocorreu porque o deputado e quatro seguranças estavam pescando no açude da comunidade, quando foram advertidos de que não poderiam fazê-lo.

Ao se retirarem do local um dos seguranças teria dito: "vocês vão me pagar".

No dia 20 de novembro, dia da consciência negra, 11 casas da comunidade foram invadidas por policiais fortemente armados e sem mandado judicial.

Os trabalhadores rurais foram recebidos na tarde de ontem (27/11/2007), na Assembléia Legislativa, pela deputada Helena Barros Heluy que, de imediato, marcou uma audiência com a Secretária de Segurança, Eurídice Vidigal.

Fonte: Assessoria da deputada Helena Heluy.

22 novembro, 2007

Mídia, democracia e poder.

Andei lendo sobre a proposta de reforma constitucional na Venezuela, interessado em encontrar o caráter antidemocrático da proposta bem como dos plebiscitos e eleições venezuelanas de que tanto fala a grande mídia brasileira.

Aí entedi porque a reforma, os plebiscitos e eleições são antidemocráticos, segundo a ótica dos coronéis da mídia.

Os barões da mídia entendem democracia como o exercício do poder em nome do povo, mas não pelo povo.

A reforma quer dar poder ao povo.

Amídia acha que o povo é incapacitado para o exercício do poder.

A mídia se acha o poder.

Para a mídia o povo não entende de democracia.

A mídia se acha a legítima guardiã da democracia.


Aliás, foi contra uma suposta ameça antidemocrática que ela defendeu o golpe 1964.

Também foi em nome da democracia que a mídia brasileira, especialmente a rede globo, deu apoio moral ao golpe de 2002 na Venezuala, quando prenderam o presidente eleito e disseram que um não eleito era o novo presidente.

A mídia sabe que o povo quer mudanças.

A mídia prefere que se mudem as coisas deixando tudo do jeito que está.

De fato é uma simples questão de interpretação.

Sobre a reforma constitucional venezuelana, leia mais na ABN - 1 2

21 novembro, 2007

Um texto que fala de trabalho, de capital e de vida.

Segue trecho de artigo de Emir Sader. Leitura que vale a pena.

A maioria esmagadora dos brasileiros – e de toda a humanidade – vive do seu trabalho. Vive para trabalhar e trabalha para viver. A esmagadora maioria gasta a vida em atividades que não lhes interessa, às quais se submete porque precisa manter-se viva. Para a maioria, sobreviver tornou-se uma forma de vida: sair de casa cedinho, retornar doze horas depois, após uma jornada esfalfante de um trabalho desinteressante, repetitivo, extenuante, para ter apenas o tempo de se recompor para voltar a repetir, mecanicamente, a mesma jornada no dia seguinte e nos outros dias, pelo resto dos dias da sua vida. E ainda precisa agradecer quando consegue ter e manter um tal trabalho!

Os que vivem esse cotidiano são os que mais precisariam de tempo e de conhecimento para decifrar esse imenso mistério de viver trabalhando loucamente apenas para se manter pobre, enquanto os que não trabalham enriquecem às suas custas. Mas são eles os que menos dispõem de tempo e de conhecimento. O rico não é apenas aquele que desfruta mais e melhores bens materiais, mas é também aquele que dispõe do seu tempo, até para não fazer nada.

Leia o artigo inteiro aqui.

20 novembro, 2007

Dia Nacional da Consciência Negra

Em 20 de novembro comemora-se o Dia Nacional da Consciência Negra.

A data foi escolhida pelos movimentos sociais de combate ao racismo, por marcar o assassinato de Zumbi. Um dos líderes do quilombo dos Palmares, Zumbi foi morto numa emboscada em 20 de novembro de 1695.

A lei 10.639, de 9 de janeiro de 2003, incluiu a data no calendário escolar e tornou obrigatório o ensino sobre a História e a Cultura Afro-Brasileira.

Este é um momento propício para se discutir a situação socio-econômica do negro no Brasil.

Segundo dados do IBGE a população mais pobre é, predominantemente, negra. Já a mais rica é, predominantemente, branca.

Os rendimentos dos brancos são o dobro dos rendimentos dos negros com a mesma escolaridade.

Confira os dados aqui:

15 novembro, 2007

Acusado de vender munição, seu Riba do pé de bacurí vai em cana.

Polícia Civil prende aposentado que vendia munição em Timon

Fonte: Cidadeverde.com

Equipes da Polícia Civil prenderam no início da tarde desta quarta-feira (14), no município de Timon/MA, o aposentado José de Ribamar Oliveira Bezerra, de 68 anos. Ele é acusado de vender munição para armas sem autorização do exército.

Esta teria sido a segunda vez em que seu Riba, como é popularmante conhcido, foi flagrado pela polícia exercendo esse tipo de comércio ilegal.

14 novembro, 2007

EXCLUSIVA. O timonense entrevista W. Luiz

O blog entrevistou o ex-presidente do diretótio estadual do Partido dos trabalhadores no Maranhão.

Aos 57 anos de idade, Washington Luiz tem um curriculo político marcado por uma intensa militância. Preso durante o regime militar e, como integrante do PC do B, Washington viveu na clandestinidade até o fim da ditadura. Hoje é suplente de deputado federal, tendo recebido 62.800 votos na eleição de 2006, com votação em 211 dos 217 municípios do Estado do Maranhão.
Filiado ao PT desde 1988, Washington já presidiu o partido e agora pleiteando, novamente, o cargo de presidente do Partido dos Trabalhadores, nos fala sobre o 3º Congresso Nacional do PT, do Processo de Eleições Diretas (PED), e das relações do PT maranhense com os governos Jakson Lago e Lula.

Ot-Nos dias 31 de agosto, 1º e 2 de setembro/2007 o PT realizou seu 3º Congresso em São Paulo. Na sua avaliação que pontos merecem ser destacados nesse Congresso?


W. Luiz-
A resolução mais importante é a da realização do 1º Congresso da Juventude Petista. Ele deverá acontecer no primeiro semestre do próximo ano. Destaque também para a necessidade urgente da criação da Escola Nacional do PT que irá representar um efetivo avanço na formação política de nossos militantes.

Ot- A eleição de delegados a esse 3º Congresso serviu também como um termômetro que aferiu as forças internas do partido. Como você avalia o desempenho da Articulação, corrente da qual o Sr. é a principal liderança no Estado?

W. Luiz- A Articulação confirma-se como sendo uma das correntes mais fortes do PT no estado. O mérito da Articulação é que ao mesmo tempo em que entendemos a política como a arte do diálogo e da busca de conquista do projeto de poder da classe trabalhadora.

Ot-No Processo de Eleição direta de 2005, seu principal oponente, o então deputado estadual Domingos Dutra, venceu as eleições associando seu nome à crise por que passava o PT Nacional. Passada essa fase o Sr. acha que Dutra fica agora sem discurso?

W. Luiz- Ele continua repetindo os mesmos ataques, é o seu estilo, cabe a base do PT saber discernir o que é verdade. De minha parte quero fazer uma campanha produtiva, debatendo idéias e não agredindo, a militância do PT não suporta mais baixaria, é preciso elevar o nível do debate. O partido precisa que suas lideranças apresentem alternativas para que o PT possa se tornar aqui no Maranhão um partido viável na disputa pelo poder no Estado.


Ot-Nas eleições de 2006 o Partido dos Trabalhadores apoiou as candidaturas de Edson Vidigal no 1º turno e Jackson Lago no 2º turno. Por conta dessa aliança o PT ocupa alguns espaços no Governo Jackson, dividindo o poder, inclusive, com o arquiadversário PSDB. Qual sua avaliação do governo e
dessa participação do PT?

W. Luiz- Acho que foi correto o PT participar da coligação do Governo Jackson, o que não pode é o PT ficar neutralizado incondicionalmente no governo que é extremamente plural e reúne forças políticas extremas como PT e PSDB.

Ot-Em relação ao governo federal. Como se dá a relação do PT maranhense com o governo? E que espaços o PT ocupa?

W. Luiz- O PT ocupa competentes cargos do Governo Federal no Maranhão: INCRA, MDA, Secretaria de Pesca, IBAMA, Eletronorte. O desafio é desempenhar bem a gestão.

09 novembro, 2007

PT reassume a assistência social do município.

Após dois meses fora do comando da SEMDES, o PT a recebeu de volta, para tristeza do grupo que faz oposição à prefeita.

Com a demissão da então secretária da SEMDES, a petista Maria do Carmo Costa, no dia 6 de setembro, os ânimos se acirraram entre PT e PMDB, gerando muita expectativa na oposição.

Mostrando-se disposta a manter o PT na sua base de sustentação, a prefeita Socorro Waquim, logo garantiu que a SEMDES continuaria com o PT e chegou a sugerir o nome da presidente do partido, Osmarina Moura, para ocupar o cargo de secretária.



Depois de acalorados debates, o PT decidiu pelo nome da professora Amélia, considerando tanto o fato de que Osmarina vem desenvolvendo um excelente trabalho na fundação de Meio-Ambiente, como o fato de Amélia já ter experiência na área da assistência social.


Pelos discursos feitos durante a posse, percebe-se que já existe a clareza, tanto para o PMDB quanto para o PT, de que não há mais tempo para disputas internas.