11 julho, 2013

Movimento "Vem pra rua": O quê está em jogo? II

Vasculho portais e blogs de "blogueiros sujos" em busca de informações sobre o povo nas ruas. "Bamburrei" na minha garimpagem. Encontrei no site GGN (http://www.jornalggn.com.br) uma matéria sobre um personagem que considero ícone das recentes manifestações convocadas pelas redes socias. Maycon Freitas é o "herói" que ocupou as páginas amarelas do semanário Veja. Ele faz bico de dublê na Globo e pensou em usar suas técnicas para atear fogo ao própio corpo e tornar-se assim, um herói nacional. A matéria traz até um vídeo do youtube onde ele demonstra sua técnica.

Vale a pena ver. Olha o link da matéria aí: http://www.jornalggn.com.br/blog/como-veja-elegeu-um-inexpressivo-lider-de-passeatas

Veja o vídeo do homem tocha: http://youtu.be/kLvL5QbmvgI

Centrais sindicais convocam "Dia Nacional de Lutas"

Com um intuito de apresentar à sociedade e ao governo uma pauta que interesse aos seus trabalhadores, as centrais sindicais brasileiras organizaram para hoje, 11/07/2013, o que chamaram de "Dia Nacional de Lutas". Com greves e mobilizações nas ruas das grandes cidades, com o apoio de movimentos sociais e de organizações estudantis, as manifestaçõe de hoje trarão em sua pauta uma vasta lista de reivindicações. Apenas lgumas pautas são consenso entre as centrais. São elas:

- Fim do projeto de lei PL4330 que visa regulamentar a terceirização nos serviços público e privado;
- Redução da jornada de trabalho para 40 horas semanais;
- Fim do fator previdenciário, que reduz o valor das aposentadorias;
- Suspensão dos leilões de petróleo;
- Garantia de 10% do PIB para a educação;
- Garantia de 10% do orçamento da união para a saúde;
- Reforma agrária;
- Transporte público de qualidade.

A CUT (Central Única dos Trabalhadores ) isoladamente, vai defender o plebiscito da reforma política.


Em São Luis/MA, a concentração será na praça Deodoro (em frente à biblioteca pública) e a passeata vai à sede do Governo do Estado, o Palácio do Leões.


Em Teresina/PI, a concentração será na Praça da Liberdade (em frente ao IFPI), de onde os manifestantes sairão em passeata pelas ruas do centro da cidade, passando pelo Palácio do Karnak, sede do Governo estadual, Praça Pedro II, av. Frei Serafim até a altura do Bom Preço, e retornam à Praça da Liberdade.