23 junho, 2008

Fortes ventos abalam os bastidores da política



Há nesses dias, uma grande agitação no mar de tormentas em que se tornou a atividade política local. Os dois grandes grupos políticos no município, batalham para ver quem provoca mais baixa no terreno inimigo, retirando aliados um do outro.

O Ex-prefeito Chico Leitoa atira com o poder de fogo de quem é aliado histórico do governador do Estado, Jackson Lago.

A prefeita Socorro Waquim, não deixa barato e usa o poder de "convencimento" de quem comanda a prefeitura do 3º maior município do Estado depois da capital.

E puxa de um lado e puxa do outro, alguns partidos da base da prefeita estão na corda bamba. Entre os tais PPS, PSDB, DEM e PHS.

O PT que é da base governista no município desde 2004, poderá ter problemas, já que há a possibilidade do DEM indicar o vice-prefeito. Há quem diga que esta é a condição sem a qual os ex-PFL sai da base socorrista.

Nessa viagem, tanto comandantes como marinheiros, especialmente os de primeira viagem, ficam nervosos a cada fato novo. Marinheiros mais antigos já não sentem o enjôo deste balançar.

Mas a tempestade mesmo só vai passar depois do dia 30 de junho, quando se encerra o prazo para as convenções pártidárias. Antes disso, haverá uma enxurrada de fofocas e sopros de ventos ensurdecedores, o que provocará mais balanço, mais enjôo e muitas incertezas aos navegantes.

Na reta fianal, os comandantes experientes darão seus comandos, decidirão os rumos da tropa e a tempestade logo arrefece.

Será duro, mas quem sobreviver verá.
Postar um comentário