25 março, 2008

Conversa Afiada foi, simplesmente, "deletado".

Fonte: www.vermelho.org.br

Paulo Henrique Amorim: 'Foi Serra quem me demitiu?'

O presidente eleito José Serra tem o hábito de ligar para os donos de empresas de comunicação e pedir a cabeça de quem dá notícias de que ele não gosta. Ele ligou duas vezes para o presidente da Record e pediu a minha cabeça. Deve ter ligado para o iG e a Brasil Telecom... (mantenedores até a semana passada do site do autor, que foi demitido).

Por Paulo Henrique Amorim, no Conversa Afiada

O CEO do iG, Caio Túlio Costa, um jornalista que se considera grão-vizir do "ombundismo" (*), deixou de ser presidente da Fundação Padre Anchieta, porque Serra o vetou.

Jorge Cunha Lima, da Fundação Padre Anchieta e dono de um blog no iG (cuidado, Jorge, o Caio vai te tirar do ar ... faz um backup rápido), me contou, no restaurante Amado, em Salvador, que indicou Costa a Serra, para substituir Marcos Mendonça. Serra vetou.

Estranho... Costa e Serra são como unha e carne. Costa nasceu e se criou na Folha (de S.Paulo). E Serra e a Folha são uma coisa só. O irmão de Costa, Bob Costa, sempre trabalhou com Serra, foi Ministro da Secom para poder ajudar a campanha de Serra em 2002, e hoje administra uma parte significativa da minúscula conta de publicidade do Governo de São Paulo...

Caio Costa foi o primeiro a dirigir o UOL. E o primeiro chat do UOL foi com Serra. (Serra, como sempre, formulou teses que foram esculpidas na pedra da Acrópole de Atenas...)

No momento, o presidente eleito enfrenta dois problemas interessantes.

O Procurador Arnaldo Hossepian Júnior, do Ministério Público do Estado de São Paulo, acredita que os empreiteiros desrespeitaram o contrato para construir a Linha 4 do metrô - aquela da cratera - e andaram depressa demais, talvez para ajudar a campanha de Alckmin à Presidência da República. Ou seja, um crime tucano, dos pés à cabeça. E o presidente eleito não se pronuncia sobre a matéria.

Outro problema interessante é a privatização da Cesp. Como se sabe, o presidente eleito pretende fazer a privatização da espuma das usinas da Cesp. Já que ele não pode vender usinas que não se sabe se serão da Cesp.

Claro, o presidente eleito vai vender Ilha Solteira e Jupiá a quem acreditar que ele vai ser o Rei do Brasil e, em 2015, Ilha Solteira e Jupiá serão da Cesp...

Um dos objetivos de Costa, ao fazer a "limpeza ideológica" (*2) dos meus arquivos no iG era apagar no tempo e no espaço o que escrevi sobre o presidente eleito. Exercício inútil.

(*) Como se sabe, ombudsman no PIG é um oxímoro. Costa foi o primeiro ombudsman da Folha e acha que isso precisa estar registrado nos anais da História Contemporânea. Tanto que escreve livros sobre o assunto e reacende a chama do ombudsman sempre que pode - como fez recentemente no iG. Ombudsman no PIG serve para aliviar o complexo de culpa de editores inescrupulosos. Ombudsman na internet, nos portais, onde 99% do conteúdo é de terceiros, é uma inutilidade. Ou uma forma de fazer carreira acadêmica...


(*2) Professor da Cásper Libero, Costa é um especialista em "jornalismo e ética"... Não foi essa a primeira vez que Costa promoveu uma "limpeza ideológica" de arquivos num provedor da internet. Sobre isso, mais, depois...
Postar um comentário