15 agosto, 2007

Projeto que proíbe a prática do “correntão” é rejeitado na AL

Fonte:Agência Assembléia

O projeto de lei que proíbe a prática do “correntão” em qualquer processo de desmatamento no Estado, de autoria da deputada Helena Heluy (PT), foi rejeitado na sessão de hoje (quarta-feira, 14), na Assembléia Legislativa.

Além de proibir a prática em qualquer processo de desmatamento, o projeto previa multa no valor de R$ 10 mil para pessoa física ou jurídica que continuasse adotando a prática.

O projeto entrou na pauta de votação da Assembléia segunda e terça. Porém, não foi votado por falta de quorum regimental.

Hoje, após muita discussão, o projeto recebeu voto contrário da maioria dos deputados presentes.

Em defesa do projeto, deputada Helena Heluy, comentou que este seria o caminho para acabar com a monstruosidade que é o processo do desmatamento causado pelo uso do correntão.

“Essa atrocidade contra a natureza é brutal: dois tratores levam um corrente que arrasta toda a vegetação de uma área. Acabando com tudo. Lamento que esta Casa não tenha entendido a importância desse projeto”, disse.

Leia mais aqui:
Postar um comentário